sábado, 24 de março de 2012

Não pegue o caminho mais fácil


E era necessário passar por Samaria. João 4:4


As pessoas falam mais de si mesmas do que geralmente gostariam. Os atos e exemplos comunicam mais do que as próprias palavras. Já ouvi alguém dizer: O que você faz grita tanto que não consigo ouvir o que você diz.


Estou dizendo isso porque estou aprendendo a ver comunicação em tudo ou quase tudo. No semblante, no gesto, no transpirar, no olhar, nas expressões, na necessidade, na procura, na oferta, na dor, no medo, no abraço carinhoso, no jeito apressado e muitas outras formas. Ou seja, comunicar não precisa ser necessariamente com palavras.

Não estou medindo coisas ou pessoas, apenas estou insistindo no aprendizado e na ampliação da visão. Se atentamente observar verão que as pessoas comunicam sem falar o tempo inteiro. É assustador!


Um exemplo é um amigo que deixou de ser amigo porque fui sincero. Na ocasião o mesmo se irritou muito com um comentário que fiz. Percebi e pedi desculpas. Reforcei que era apenas minha opinião. Também insisti para que ele não se ofendesse com aquilo. Enfim, não foi possível. Descobri isso quando ele me vendo de longe atravessou para o outro lado da rua fingindo ir comprar alguma coisa. Entretanto, depois que chegou ao outro lado, continuou seguindo sem comprar nada. Apenas acenou superficialmente.


Fiquei triste e lembrei-me do que ouvi uma vez: Tenho a necessidade que alguém não se afaste quando eu for eu mesmo. Compartilho desta idéia. Penso que se uma amizade depende de não sermos sinceros uns com os outros, então o que fundamenta a amizade é a mentira.


Não quero enveredar por outro assunto, apenas dizer que sinto muito que as pessoas sejam assim. Incluo-me nisso. Por muitas vezes desprezei alguém por ser ele mesmo. Ainda luto para agir amável, justo e imparcialmente.


Aguardo no Senhor o dia em que vamos ser verdadeiramente livres. Estou plenamente certo de que aquele que começou a boa obra vai terminá-la. Agora, não vejo outro passo inicial que não seja pela autenticidade, afinal transparência é libertadora. Ser transparente é ser livre.


Para chegarmos neste nível de maturidade, o homem interno precisa ser o homem externo. Não pode existir maquiagem. Deduzo pela Bíblia que neste processo não podemos pegar o caminho mais fácil. Às vezes o caminho fácil é não ser você mesmo, mas montar uma imagem diferente por fora do que você é por dentro. Entretanto, o atalho para o mais fácil nem sempre é o correto. Assim como às vezes é necessário passar por Samaria, às vezes é necessário não atravessar para o outro lado da rua. 

Nenhum comentário: