quarta-feira, 7 de março de 2012

Discipulado, um sonho de Deus.


Em João 21:15-17, Jesus reproduz três vezes a mesma pergunta. "Tu me amas?" Se a resposta for sim, então à ordem é: “Apascenta as minhas ovelhas.” Sabe qual o segredo desta fala de Jesus? O cuidado. Ser apascentado é ser cuidado. Este é o segredo para qualidade de vida. Pessoas sendo apascentadas, ou seja, bem cuidadas. Sabe porquê? Porque "ovelha sadia é que dá cria". Este é o sonho de Deus, pessoas sendo cuidadas através do discipulado. 

Entretanto, antes de ganhar e cuidar de alguém, é necessário ser cuidado. Antes de discipular, é preciso ser discípulo. O próprio Paulo disse isso quando escreveu ao seu discípulo Timóteo: "Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina. Persevera nestas coisas; porque, fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo como aos que te ouvem." Antes de ganhar aos outros, ganhe a si mesmo. Sabe por que Paulo disse assim? Porque existem algumas coisas que não explicamos com palavras, mas com os nossos exemplos. 

Então a direção é abrir o seu coração para ser cuidado por Deus. E isto começa com um clamor, desenvolvendo a “cultura do joelho”, para que assim Deus envie o seu cuidado através de alguém para sua vida. Deus quer lhe ensinar a dimensão do seu amor através do discipulado, porém devo acrescentar que tudo começa no desejo de se tornar discípulo. Abra a sua boca e clame por um Pai espiritual, pois discipulado é sonho de Deus para sua vida.

2 comentários:

Eliseu Antonio Gomes disse...

Damiel.

Neste texto bíblico, quando Jesus pergunta a Pedro se ele o ama, nos originais, a resposta "sim, eu te amo", a palavra "amor", usada pelo apóstolo é amor no sentido de amizade. Seria, em tradução livre, "sim, sou teu amigo".

Mas, não era essa a resposta que Jesus queria, pois insiste: tu me amas?

O palavra amor, usada por Jesus, é ágape, o amor sem medidas, o amor de Deus, sem nenhum interesse, que dá a vida pelas ovelhas.

Na terceira resposta, Pedro responde com o termo ágape.

Eu entendo este trecho bíblico como a chamada pastoral de Pedro. E é essa a lição que todos os pastores devem extrair ao pastorearem.

Em João 10.11, Jesus Cristo revela esse amor pelas ovelhas: "Eu sou o bom Pastor; o bom Pastor dá a sua vida pelas ovelhas."

Daniel Moreira disse...

Eliseu é o inverso.

Jesus começou perguntando se Pedro o amava no "amor agapal" mais do que os outros. E a medida da resposta de Pedro, Jesus foi reduzindo até o amor "fileo".

Isto aconteceu porque Pedro dizia que o amava mais que os outros, Pedro também dizia que nunca iria abandonar a Jesus... É como se Jesus quisesse dar um banho de realidade a Pedro. Este é um ensinamento que Jesus tentou ensinar a nós várias vezes, que os homens precisam “assinar o atestado de fracasso”. Observe a passagem do Jovem Rico, Jesus estava dando esta dica a respeito do fracasso humano em alcançar a salvação quando disse que “aos homens é impossível, mas para Deus tudo é possível”. Se examinarmos a história de Pedro, vamos perceber que ele se achava mais dedicado do que os demais, mas no fundo ele era igual aos outros.

A conclusão que eu creio que devemos chegar é: O amor à maneira de Deus, ou seja, o amor Ágape, só pode ser alcançado na força do Senhor. É fruto de alguém curado e espiritual. Afinal, nas cartas Paulinas para Gálatas e Corintos, a bíblia confirma isso. Amor é primeiro “nutriente” do fruto do Espírito sendo base para os outros (Gl 5:22) e também é a maior característica de um Cristão espiritual (Cor 13).

Agora, na aplicação do texto sobre discipulado, a pergunta de Jesus a Pedro é para ilustrar a preocupação de Jesus em deixar o legado através dos seus discípulos. Precisa ter em mente que a única ordem que Jesus deixou a seus discípulos como obrigação foi: “PREGAR O EVANGELHO FAZENDO DISCÍPULOS”. Ou seja, ganhar almas e cuidar bem delas. Cuidar é apascentar. Dentro do contexto Jesus estava dizendo: O que você está fazendo pescando? Vai cuidar das pessoas como te ensinei...

Enfim, que Deus nos conduza a esta realidade.

Deus abençoe e volte sempre.