terça-feira, 26 de abril de 2011

Sobre o Homossexualismo - Respondendo ao Leitor

Miguel, a paz do Senhor que excede todo entendimento.Vou lhe responder por partes.

"Daniel, tenho buscado muitas fontes de estudo em busca de explicações para o "Homosexualismo". Tenho visto diversos filmes, sites, comentários, igrejas, etc. Gostei muito da sua visão e da sua habilidade e conhecimento Bíblico. Lendo seus textos, percebi que o Abuso na infância foi fator determinante em suas experiências!"

Na verdade existe muito pouca literatura Cristã sobre e com toda certeza existem causas que eu desconheço. O fato a ser observado no blog não é o fator determinante. Na verdade eu nem me preocupo com isso, só uso os exemplos para mostrar que os fatores para as causas homossexuais não tem origem natural, mas sim em algum fator externo do contexto da formação. Ou seja, apenas depois de nascer e não antes que uma pessoa vira homossexual.

"Percebo que quando tratamos deste assunto, sempre buscamos base bíblica (extremamente claras quanto ao repudio à esta pratica), porém esbarramos em um conceito inicial onde inexiste na Bíblia. A Bíblia não define a origem do Homosexualismo. Buscamos explicar à condenação para aqueles que praticam homosexualismo, ou que estão acorrentados nesta vida. Cremos, conforme as escrituras sagradas, que Satanás é o precursor de todas as tentações que nos levam ao pecado. Desconsideramos a hipótese idealizada pela psicologia e pela ciência quanto a "filosofia de vida" dos homossexuais. Embora, tenhamos sempre buscado fundamentar o homosexualismo em traumas de infância oriundos de: costumes impostos pela criação, convivência com homossexuais, abusos sexuais na infância, entre outros. Fatores estes que se originaram nas teorias psicológicas e científicas." "Acredito que estes fatores contribuem, mas creio que essas situações apenas afloram algo já existente no "HOMEM", sexo masculino e/ou feminino."

  1. Irmão, vc precisa separar as coisas. A Bíblia não mostra o inicio de nenhuma das atividades como prostituição, mastubarção, mentiras e outras coisas. Sabe por quê? Porque tudo isso tem origem no pecado da desobediência. Deriva do pecado. Ela dá ênfase ao nascimento do pecado e depois disso ela apenas relata o estrago que isso fez ao longo do tempo.
  2. O que vc precisa entender é que o blog defende a causa de Cristo e nessa direção entendemos o discurso de que para qualquer pessoa, independente do nível de pecado que a mesma apresenta, deva se arrepender. Isso é assinar o atestado de ajuda. Arrepender é pedir ajuda para Deus. É falar assim: “Deus, do jeito que eu levo a vida não dá. Eu creio que a única forma de vida e de ordenar minha vida é estando em ti, através do seu Filho Jesus. Então, por isso, eu desejo seguir seus preceitos e te obedecer como maior prioridade do meu coração." Entenda a ordem das coisas.
  3. Jesus, porém, ouvindo isso, disse-lhes: Não necessitam de médico os sãos, mas sim os enfermos; eu não vim chamar justos, mas pecadores. (Marcos 2:17) O passo inicial para ser ajudado é assumir que precisamos de ajuda. Portanto, escrevo para aqueles que consideram ou mesmo aqueles que minimamente querem considerar, ainda que não concordem com a minha opinião, a ajuda de Deus através da Salvação. Aceito o contra ponto, qualquer opinião que seja desde que, seja com a mesma intenção que escrevi. Ou seja, para ajudar.
  4. O texto sobre o homossexualismo é para ilustrar apenas as situações, mas todo texto é escrito sobre o contexto bíblico que considera que " todos pecaram e carecem da glória de Deus".
  5. Todas as ciências, exatas, humanas, lógicas, filosofias existentes são aceitáveis desde que todo instrumento racional seja submisso a Deus. "Destruindo os conselhos, e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo" (2 Cor 10:5) Na verdade creio que "Crer é tambem pensar", por isso creio Naquele que é Onisciente.
  6. Jonh Stott escreveu assim: "Não é o meu propósito aqui argumentar pela aquisição de conhecimento “secular” ou de “cultura”, mas sim tocar em seis esferas da vida cristã, cuja realização seria impossível sem o uso adequado da mente. Examinaremos o culto cristão, a fé cristã, a santidade cristã, a direção cristã, a evangelização cristã e o ministério cristão, nessa ordem." É o que faço aqui. Ou seja, não argumento pelo mundo e nem busco explicação sem Deus, aceito a minha insuficiência em qualquer ciência humana se ela não firma-se no fundamento de que Jesus Cristo como Filho do Deus, Senhor e Salvador. Sabe por quê? Porque aceitar a Jesus como Cristo Filho do Deus vivo, Senhor e Salvador, é reconhecer que toda humanidade e seu raciocínio esta comprometido pelo pecado e que Deus é único processo para restaurar o Plano Inicial, o que inclui a idéia de raciocinar direito apenas Nele.


"Cito como exemplo a minha situação: Hoje sou cristão, sirvo a Deus, creio nas promessas do Senhor, creio no plano de salvação, creio no inferno, creio na existência de Satanás, creio no pecado, creio no perdão, creio no arrependimento! Nunca fui abusado sexualmente, não fui criado em meio homossexual, não fui submetido a esta convivência. Recordo-me claramente que ainda quando criança, ao dormir na mesma cama que meus pais, procurei tocar meu pai... o mesmo despertou pela madrugada, e, vendo-me tocando-o em sua região sexual, me corrigiu de forma orientativa (eu tinha em média de três anos de idade) em seguida voltou a dormir. Desde este dia nunca mais parei de desejar tocar outro homem"

Irmão, esta claro o nascimento do seu problema. A curiosidade ainda por uma criança inocente abriu uma legalidade dentro do contexto que conhecemos sobre a herança pecaminosa. O fator determinante foi na sua infância e em seus próprios relatos vc indiretamente assume isso. Vc só tocou porque sabia que ali tinha alguma coisa e algo te despertou para aquilo. Ou vc acha normal uma criança de três anos, tocar ao pai exatamente nos seus órgãos sexuais e depois disso ter desejos por toda vida? Se tocasse em uma mulher não seria normal. Não é sadio. Em qualquer ótica isso não é normal. O fato de isso ter sido realizado por uma criança "inocente" não ameniza, pelo contrário, só agrava. O proibido foi despertado e o sentimento pela coisa deu origem a essa escravidão. Tem nada de inato nisso. Isto é desordem do nosso ser causado pelo pecado e influenciado pelo mundo ambientado no maligno.

“Hoje por amor a Cristo, e ao Evangelho, tenho sofrido para reprimir este sentimento, mas carrego comigo a certeza que nasci vulnerável ao homosexualismo. Concluo aqui com o seguinte pensamento: Enquanto permanecermos buscando entender a origem do homossexualismo ou aplicando as condenações cabíveis conforme a Bíblia não encontraremos a resposta. Criaremos apenas a dissenção entre os irmãos, afastando assim da igreja aqueles que precisam ser amados, aqueles que precisam conhecer o amor de CRISTO. Precisamos crescer espiritualmente sob a graça do Senhor para que possamos ter palavras de conforto, superação, transformação e salvação para os homossexuais."

Na verdade eu friso a acessibilidade a todos os pecadores de Cristo, mas mostro a condição para receberem o reino de Deus.

Não duvido que vc ame a Cristo, mas questiono a sua certeza sobre as coisas. A única certeza de vulnerabilidade biblicamente falando é o pecado. Pior do que isso, a sua "certeza" opõe-se a Deus. Julgar que vc chegou uma conclusão por causa de uma vulnerabilidade e por causa de alguma pesquisa que acredito que vc fez é muito tentador, mas propõe a idéia de que Deus teria errado na origem natural da sexualidade, dando um aspecto físico como os órgãos sexuais e implantando uma origem contrária a sua própria natureza física. É aí que esta a crise, querem invalidar os aspectos dos órgãos de um modo geral e dizer que o homossexualismo é algo dentro da identidade da pessoa.

Eu desafio a vc a entender o que é fé. Fé é trazer à existência aquilo que vc sabe que Deus é capaz de fazer. Deus é capaz de fazer uma orelha decepada voltar ao lugar de alguém que era seu inimigo e que foi levá-lo a pior das mortes do seu tempo, ou seja Deus consegue curar o inimigo e clamar por perdão por todos Aqueles que o sujeitaram a Cruz; Deus é capaz de ressuscitar alguém que estava morto alguns dias como Lazaro; Ou seja, crer em Deus é saber que Ele faz essas coisas. Então porque vc não olha com fé para Deus e creia neste tipo libertação. Deus torna possível a impossibilidade em todas as esferas, sejam internas ou externas. No corpo ou na alma. Na mente ou coração. Deus é capaz de mudar o seu ser, de tirar todo sentimento que lhe rouba paz. A Bíblia diz que o Reino de não consiste em palavras, mas em poder (1 Coríntios 4:20). A Bíblia diz que o Reino de Deus não é comida e nem bebida, mas justiça, paz e alegria no Espírito (Romanos 14:17). A Bíblia diz que o do fruto do Espírito é: amor, gozo, PAZ, longanimidade, benignidade, bondade, fé, mansidão, temperança. (Gálatas 5:22). Se pegar todos estes valores espirituais e filtrar sua vida e o resultado em seu coração não for qualquer uma destas afirmações, significa que vc não esta vivendo o Reino de Deus em sua plenitude. Esse é o desafio de todo cristão. Ou seja, ser crente de verdade. Ser como Cristo foi. Buscar em Cristo a plenitude. Isso é possível estando em Cristo, renunciando tudo e experimentado o poder de Deus em todas as esferas da sua vida.

"Precisamos pregar o Evangelho em sua plena simplicidade. Sem razões particulares, sem pontos de vista isolados... A IGREJA PRECISA SER A SUPREMA EXPRESSÃO DO AMOR... A IGREJA PRECISA SER SEMELHANTE A CRISTO! A IGREJA PRECISA SER UMA FONTE INESGOTÁVEL DE AMOR!"

Irmão, olha como é minucioso tudo o que vc escreveu. O evangelho que devemos pregar começa com o seguinte discurso: "Arrependei-vos porque é chegado o Reino dos Céus" Arrependimento é o que? O vinde a mim como estais que Jesus convidou, inclui a aprender Dele a ser humilde e manso de coração. O aspecto manso significa pessoa que foi amansada, ou seja, tratada. A humildade significa voluntariamente diminuir-se. Miguel, não é fácil para ninguém. Moisés passou 40 anos no deserto sendo tratado por Deus. Davi perdeu filho como forma de tratamento de Deus. Pedro que alegava amar a Jesus mais do que os outros discípulos negou a Jesus e depois foi exposto pelo próprio Jesus ao constrangimento das perguntas para reconhecer perante aos outros discípulos que não amava a Jesus como imaginava. Todos precisaram assinar o Atestado de fracasso como homem, todos foram tratados por Deus. O que Jesus esta propondo é a ajuda Dele, mas esta condicionando tudo a um esforço do Pedir Ajuda. O esforço que passa pelo tratamento de Deus para ser manso e pelo diminuir-se voluntariamente. Simplesmente porque todo esforço em Deus não é em vão.

Sobre o amor. Temos um problema nisso aí. Temos a tendência a cultuar o Amor e a Graça de Deus mais do que o próprio Deus. Basta lembrar a história da Serpente de bronze. Deus deu uma escapatória para o povo que não merecia. Depois de um tempo estava o povo adorando a Serpente. Somos assim. Com esse cuidado, posso dizer que o amor de Deus não é sua maior expressão. A maior expressão de Deus é Jesus. Ele é exata expressão do Pai. O amor é apenas um presente, o presente supremo, mas um presente. Concordo que devemos amar os homossexuais e dar acessibilidade a eles para que cheguem e sejam ajudados. Assim como tbem concordo que prostitutas, corruptos e pecadores de um modo geral precisam ser amados com o Amor de Deus. Mas se querem o Reino de Deus precisam entender que existe uma condição e é isso que Jesus propôs e eu apenas reproduzo no blog.

Enfim, mano acho que se teu coração de fato quer a Cristo, Jesus virá trazendo sua libertação. Agora cabe a vc abrir seu coração e aceitar tudo que Deus tem para fazer. Ser liberto da homossexualidade é possível. Tenho pessoas que foram ajudadas e que hoje são totalmente transformadas por Deus. Este é um dos níveis do Poder contido no Reino de Deus.

Qualquer dúvida, estou à disposição.
Deus abençoe e volte sempre.

Nenhum comentário: