quinta-feira, 28 de abril de 2011

Devocional - Mente de Cristo - Elevando o Entendimento


Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo. 1 Coríntios 2:16 

Certa vez os discípulos inquiriram a Jesus a cerca a cerca de um cego de nascença: "Rabi, quem pecou, este ou seus pais, para que nascesse cego?" A resposta de Jesus veio confrontar o que Eles pensavam: “Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus.” Essa história esta registrada em João 9:1-3. A mesma serve para pensarmos sobre alguns pontos:
  • Os discípulos perguntaram a Jesus porque foi lhes ensinado na tradição algo que está registrado Ex 20:5 que diz “Não te encurvarás a elas nem as servirás; porque eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso, que visito a iniqüidade dos pais nos filhos, até a terceira e quarta geração daqueles que me odeiam.” Pela história parece que também os discípulos acreditavam que Deus visitaria a iniqüidade dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração.
  • Os discípulos perguntaram a Jesus considerando que já tinha a resposta e que a dúvida estava entre as duas escolhas que eles apresentaram. Observe: "Estes ou seus pais". O fato é que assim como muitos nos dias hoje, os discípulos acreditavam que havia maldições hereditárias.
Estes dois pontos são para ilustrar que em Deus há uma resposta que revela novos valores para o homem e assim eleva o entendimento daqueles que querem renovar suas mentes pela mente de Cristo. Jesus não procurou condenar a ninguém, e isto nos Evangelhos ficou evidente por diversas vezes. Ele veio para Salvar e enfatizou de forma clara e contundente.

Diante disso, dos ensinamentos das tradições que ensinavam que os Filhos eram punidos pelos pecados dos pais, Jesus veio esclarecer e assim elevar o entendimento: “Nem ele pecou nem seus pais; mas foi assim para que se manifestem nele as obras de Deus”. Particularmente, acredito que isso responde a muitas coisas, mas duas delas merecem nossa atenção: 1) A resposta é dada para quem já achava que sabia a resposta. 2) A resposta é dada para aqueles que querem achar culpa ou causa particular ao invés de assumir que todos nós precisamos de ajuda. Depois os próprios discípulos descobriram que existia deficiências no seu próprio ser e que os faziam serem semelhante ao cego de nascença.

A pergunta para reflexão é: Qual resposta que lhe traz maior ensinamento? Com qual resposta você fica? Jesus ou os discípulos? Para o nosso bem, que seja a resposta de Jesus, pois a mente de Cristo eleva nosso entendimento a um grau mais elevado do que a sabedoria humana.

Que a glória de Deus manifeste para elevar a nossa condição para a Mente de Cristo. Esta é a forma de olhar para vida sem procurar culpados para os problemas existenciais da humanidade.  Que a mente de Cristo gere em nós o zelo pelo cumprimento de nossa responsabilidade como Igreja, a responsabilidade de sermos agentes para que Terra se encha do conhecimento da Glória do Senhor assim como as águas cobrem o mar.

Em Jesus

Nenhum comentário: