domingo, 7 de novembro de 2010

Artimanhas de Satanás

As tentações do inimigo são minuciosas, quase irrelevantes do ponto de vista do alerta humano. Praticamente não percebemos, e o "inimigo" já está agindo contra vc no seu defeito auto-menosprezado. E ai mora o principal problema, muito provavelmente nos não conhecemos os nossos defeitos. Simples: Não temos auto-critca reflexiva para reconhecer os nosso próprios erros. Geralmente a ação de Satanas começa nesta brecha consciente ou não, mas que via de regra é menosprezada por nós mesmos, e de forma sutil ele vem lhe roubar. Estrategista, o diabo é especialista em todos os assuntos que permeiam o mundo desde o principio.

“O ladrão não vem senão a roubar, matar, e a destruir; Eu vim para que tenham vida, e a tenham com abundância” (João 10: 10).
A parte "a" do versículo alerta para o ladrão, porem o termo ladrão vem do grego kleptes que indica alguém que normalmente não rouba com violência. E neste versículo 10 de João, as características atribuídas como finalidade para o ladrão, além de roubar, envolvem a violência diretamente ou indiretamente na conclusão. Creio que por isso foi atribuído o termo ladrão, para que essa característica de roubar sem violência seja bem entendida como "jeito" minucioso dos intentos do inimigo de nossas almas.

Para dar esses valores na conclusão da função de roubar, que por signifcado não teria outras conotações, Jesus quis nos alertar sobre o algo a respeito do ladrão da ovelha no rebanho, que alem de roubá-la, tem outras intenções como matar e destruir. Nesta passagem, entendo através da reflexão que o diabo tem essa capacidade por função, der ser minucioso a esse ponto de invadir a casa (rebanho) sem violência, e como consequencia do pior tipo ladrão que é, roubar, matar e destruir.

Definitivamente não é texto muito agradável, passar tempo falando dos intentos de satanas do que propriamente de Jesus, porém é completamente necessário despertarmos para realidade astuta das ações do inimigo dentro e fora do contexto cristão. Para isso vamos seguir alguns raciocínios:


  • O sentido inicial na função de ladrão é roubar aquilo que não é dele. Essa é especialidade de Satanás.

Astutamente o inimigo tem apropriado de valores do seres humanos, corrompido e lançado novos valores com intensões subentendidas. Estas intenção são sórdidas e degradantes. Geralmente o seu maior alvo é familia.

Exemplo disso são as novelas que influencia o comportamento daqueles que assistem suas historias. Os telespectadores são manipulados em seus sentimentos em relação aos protagonistas, manipulados pelas tendências que sugerem felicidade a qualquer preço (Ex: valorizando a traição se o fim é sua felicidade), incentivados a relações baseadas apenas no prazer, nos exageros de comportamento, nos adultérios, nas fornicações, na lascívia, na desvalorização do matrimonio, no apoio das relações homossexuais, etc. E na maioria das vezes usam de parcialidade e censura religiosa, etc

Nota: Esse tipo de influencia estebelecem novos limites comportamentais completamente anti-cristãos.
  • Outro ponto é trazer a tona os escândalos, violência, catástrofes e outras anomalias; E aos poucos nos tornar insensíveis a esses fatos.

As "desgraças" tem gerado conformismo, indiferença, omissão e insensibilidade. Passamos a não sentir tristeza pela degradação da vida. Vc vê pessoas sendo mortas indiretamente por uma irresponsabilidade indeterminada, latrocínios, homicídios, suicídios e não importa mais. Percebe a natureza reagindo como uma série de fenomenos naturais por causa destruição de suas propriedades e não vê os governantes assumirem suas responsabilidades para tentam amenizar ou remediar o problema, ou seja, um descaso mundial. As mortes, os roubos e as destruições passaram a ser situações "comuns".

  • Valorizar o medo, o alerta, o instinto de sobrevivencia nos seres humanos.

Percebi essa gravidade quando pensei em comprar um arma para me defender. Pense? Eu, cristão, confiando mais em uma arma do que em Deus. Esta é arma secreta de Satanás, o medo. Roubar a fé e substituí-la pelo medo. Consequentemente instigar o sentido de sobrevivencia, se justificando na "legítima defesa".Mateus 5:39 Eu, porém, vos digo que não resistais ao homem mau; mas a qualquer que te bater na face direita, oferece-lhe também a outra;

Nota: Não resistir ao homem mal e não ao mal.

Para nós a vida é Cristo, a morte é lucro. De qualquer foram é possível ver as pessoas em alertas em todo tempo, prontos para agredir e resolver qualquer conflito na violência.

  • Banalização dos Ministérios da Igreja.
Quanto isso é triste. A quantidade de casos, intrigas, manias, extravagancias e outras coisas que aparecem apenas por intermédios de "líderes" cristãos . Irmãos que mascaram suas verdadeiras intenções, vivem errados e continuam seguindo no erro sem nenhum "pingo" de arrependimento.

Praticamente não há mais investimento na formação de pastores e líderes espirituais do ponto de vista espiritual, ou mesmo do ponto de vista exemplar na conduta de suas vidas. Na verdade, nos dias de hj o que credencia uma pessoa potencialmente para função são práticas meramente superficiais e comerciais para venderem uma imagem, não mais as premissas e observações bíblicas. Abandono da bíblia como referencia, omissão no discipulamento e negligência na formação dessas credenciais para o aspirante.

  • Desviamento do Alvo.
Uma das principais armas do inimigo é desviar o foco corrompendo as lideranças e automaticamente comprometendo a referencia de Cristo. Exemplo clássico são tele-evangelistas que usam o nome de Deus em vão, criam artimanhas para exploração do povo, deturpam a mensagem do Evangelho com textos fora do contexto, manipulam proposições lógicas (Se meu Deus é rico, porque eu tenho que ser pobre? Tenho que ser rico), propõem enriquecimento fácil através da barganha com Deus, enganam e mentem com truques apenas para reforçar uma falsa ação sobrenatural de Deus na sua vida, propõe um deus escravo da vontade humana (falando que podemos exigir de Deus alguma coisa).

Tbem desviam o foco porque não ensinam o evangelho com sua essencia, desviaram o foco porque o alvo não é Jesus, desviaram o foco porque a centralidade da vida não é Jesus e seu próprio exemplo de vida, desviaram porque são enganados pelo próprio desejo de seus corações e se tornaram escravos.

Finalizando

A temática neste texto é estimular a atenção dos irmãos no Senhor para as armações do diabo, estando sóbrios, vigilantes e atentos para as artimanhas astutas de Satanás. Inimigo que fica a margem da vida, fingindo ter boas aparências e intenções, pronto para agir naquela minúscula brecha não reconhecida por nós. Usando de mutifaces, de multiformas, fermentando o mal, corrompendo os corações, fingindo, mentindo, insensibilizando, agindo em sincronia com os desejos da carne para te prender em si mesmo, para escravizar em nosso próprio egoísmo, e por ai vai...

Estejam dispostos a entenderem que suas ações são diversas e geralmente vem acompanhada de falsas boas intenções, mas no fim, sua finalidade é sempre a mesma: matar, roubar destruir. No que é pertinente a nós, em Tiago 4:7 Sujeitai-vos, pois, a Deus, resisti ao diabo, e ele fugirá de vós. Isso significa submeter, ou seja obedecer. Agir com resistência ao intentos de Satanás.

Basicamente obedecer a Deus envolve ouvir e praticar tudo que ele ensina por intermédio de sua palavra. Envolve discernimento para diferenciação daquilo que pertence ao Senhor e aquilo que faz parte de uma proposta do maligno. Envolve percepção em Deus, por intermédio da sua palavra e pela iluminação do entendimento através do Espírito Santo, para aprendermos e estarmos "adestrados" para ouvir SUA VOZ.

Deuterenômio 30:15-16 “Vê que hoje te pus diante de ti a vida e o bem, a morte e o mal. Se guardares o mandamento que eu hoje te ordeno de amar ao Senhor teu Deus, de andar nos seus caminhos, e de guardar os seus mandamentos, os seus estatutos e os seus preceitos, então viverás, e te multiplicarás, e o Senhor teu Deus te abençoará na terra em que estás entrando para a possuíres."

Percebe-se que desde do inicio a obediência é fator determinante em Deus, e pelo texto de tiago, é fator essencial para a vencer ao diabo. O último dos verbos interligados no texto é demonstração de que a obediência e resistência (resistir ao diabo ja é obediência) são o que garante a vitória contra o diabo ao ponto dele fugir. Só obediência a Deus ja é resistência, e por isso é suficiente. PORÉM mostrando esse verbo fragmentado como está no texto, eu posso dizer tbem que a resistência no Senhor as investidas do diabo é obediência.

O efeito dois verbos em separados é para dizer que obediencia esta ligado a dar ouvidos e praticar tudo que Deus ensina por intermédio de sua palavra em todo o tempo. Ja a resistencia é mais localizada, só resistismos quando ha tentações investidas pelo inimigo.

Mas o que quero frisar é a causa e o efeito da obediência, fazendo menção da resistência em um sentido de não sucumbir; de sobreviver; de subsistir - trazendo a ideia de que a lembrança da palavra na mente, em sincronia com a resistência é a obediência certeira para derrotar o inimigo.
"Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida." Provérbios 4:23 e Salmos 119:11 - Escondi a tua palavra no meu coração, para eu não pecar contra ti. O efeito destes versículos mostram que a palavra do Senhor absorvida através do conhecimento para obediência é a base para a resistência e vitória sobre o inimigo. Ou seja só consegue resisitir quem obedece ao Senhor.

Espero ter contribuído

Nenhum comentário: