terça-feira, 21 de outubro de 2008

Musica, funk e qualquer outro ritmo.

Um tempo atrás fui alvo de acusações e até ameaçado por emitir minha opinião na postagem sobre um plágio no ritmo de funk. É um link bem acessado que constantemente "aparece" alguem emitindo de forma "calorosa" sobre o que escrevi. As pessoas não entendem que tudo que posto no blog não está direcionado a uma pessoa ou grupos especificamente. E que meu compromisso não é com a moda, popularidade, politica e qualquer outra coisa que vem ferir os ideias cristãos. E olhe que falo isso com todo sentimento. Sou um cara que se enquadra na idéia de crente "quadrado", que vive lembrando do passado da Igreja com a aquela imensa saudade e que todo dia renova o seu voto de tentar permanecer em pé até o fim...

Quanto ao assunto em si, acredito que não preciso nem dar muitas explicações, pois é questão de bom-senso: - Plagio é condenável por desrespeitar direitos autorais, artísticos e uma série de coisas relacionado a isso. Se torna mais grave a prática, quando se trata de "cristãos" consciente de sua função. Mais grave ainda, quando esses mesmos "cristãos" procuram argumentar usando a bíblia pelo interesse pessoal. Por questões de crença na capacidade infinita de Deus, aceitar o plágio é indiretamente contrariar o principio da natureza de Deus como o Criador e a capacidade inspirativa que ele concedeu ao homem.

Um dos argumentos desta turma se basea em 1Co.9.22 - Passagem usada de forma irresponsável pelos mesmos. Pois, fora do contexto, o versículo vira justificação para cada um se portar como quer desde que sua intenção seja as almas. Olha como esta interpretação é perigosa:" Fiz-me de prostituta para ganhar prostitutas." Se reproduzir palavras sem o seu devido contexto vira justificativa até para viver em pecado.

A minha "bronca" não é para tecer comentários difamatórios ou mesmo fazer juízo sobre o ritmo e pessoas. A minha "antipatia santa" esta em como alguns "evangélicos" tratam a Bíblia como um objeto qualquer. Se querem o errado, pelo menos sejam honestos. Não fiquem justificando sua vidas atrás de versículos completamente fora de seus contextos.
O vídeo referido se chama "FUNK GOSPEL - QUER ORAR?" que é o mesmo nome da postagem. Se trata de um plagio de musica de duplo sentido, música do Bonde do Tigrão - Cerol na Mão. a versão do plágio chama Toque do irmão. E esta no link http://www.youtube.com/watch?v=t7itRGtxKo8

De qualquer forma, quem quer enxergar as coisas como são de fato, sabe que o plágio é de muito mal gosto e condenável ainda mais quanto distorcem as referencias e ferem conceitos cristãos que primam pelo exemplos em todas as condutas.

Nenhum comentário: