quarta-feira, 30 de julho de 2008

Eu Indico [9]

Iniciamos hoje com o Blog Cristão Inteligente com o post sobre Um Jesus pictórico

A outra indicação vem de um blog constante por aqui, o "Blog do Ciro" com a postagem sobre a Revista Enfoque: Dançar ou não dançar? Opiniões diferentes acerca do mesmo tema. Muito bom e apropriado para reflexão.

Do Blog do Daladier, eu indico Um veredito interessante da Justiça

terça-feira, 29 de julho de 2008

Josimar Bianchi Todos são iguais

Outra amostra de arte nesse desafio ou dueto de trompete de boca e sax. Assistam



QUEM NÃO FEZ O QUE DEVIA, MAS SÓ FEZ O QUE QUERIA
VAI TER QUE SE EXPLICAR.
TIMIDEZ OU COVARDIA ESTUPIDEZ OU VALENTIA
VAI TER QUE SE EXPLICAR

DIANTE DE DEUS NÃO SE ESCONDE NADA DE BOM OU DE RUIM.
DEUS SABE DE COR A INTENÇÃO DOS HOMENS: COMEÇO MEIO E
FIM,
POIS DIANTE DOS SEUS OLHOS TUDO É LUZ COMO O SOL DE
MEIO DIA

TODOS SÃO IGUAIS, TODOS SÃO MORTAIS.
DIANTE DELE não EXISTEM GRANDES OU SOBRENATURAIS;
TODOS HÃO DE VER TODO O SEU PODER
CÉUS E TERRA, ANJOS E HOMENS SE CURVARÃO DIANTE DO
REI.

QUEM FAZ DA VIDA UMA FAZ-DE-CONTA
SÓ SE ENGANA E NÃO SE ENCONTRA PORQUE, FINGIR NÃO É
VIVER;
QUEM PROCURA LIBERDADE NUNCA FOGE DA VERDADE,
PORQUE FINGIR NÃO É VIVER

sexta-feira, 25 de julho de 2008

Entrevista do professor Hermógenes

"Entrevista do professor Hermógenes, 86 anos, sobre uma palavra inventada por ele que me pareceu muito procedente: ele disse que o ser humano está sofrendo de normose, a doença de ser normal.
Todo mundo quer se encaixar num padrão. Só que o padrão propagado não é exatamente fácil de alcançar. O sujeito "normal" é magro, alegre, belo, sociável, e bem-sucedido. Bebe socialmente, está de bem com a vida, não pode parecer de forma alguma que está passando por algum problema. Quem não se "normaliza", quem não se encaixa nesses padrões, acaba adoecendo.
A angústia de não ser o que os outros esperam de nós gera bulimias, depressões, síndromes do pânico e outras manifestações de não enquadramento. A pergunta a ser feita é: quem espera o quê de nós? Quem são esses ditadores de comportamento a quem estamos outorgando tanto poder sobre nossas vidas?
Eles não existem.
Nenhum João, Zé ou Ana bate à sua porta exigindo que você seja assim ou assado. Quem nos exige é uma coletividade abstrata que ganha "presença" através de modelos de comportamento amplamente divulgados. Só que não existe lei que obrigue você a ser do mesmo jeito que todos, seja lá quem for todos. Melhor se preocupar em ser você mesmo.
A normose não é brincadeira.
Ela estimula a inveja, a auto-depreciação e a ânsia de querer o que não se precisa. Você precisa de quantos pares de sapato? Comparecer em quantas festas por mês? Pesar quantos quilos até o verão chegar? Freqüentar terapeuta para bater papo? Não é necessário fazer curso de nada para aprender a se desapegar de exigências fictícias.
Um pouco de auto-estima basta. Pense nas pessoas que você mais admira: não são as que seguem todas as regras bovinamente, e sim, aquelas que desenvolveram personalidade própria e arcaram com os riscos de viver uma vida a seu modo.
Criaram o seu "normal" e jogaram fora a fórmula, não patentearam, não passaram adiante. O normal de cada um tem que ser original. Não adianta querer tomar para si as ilusões e desejos dos outros. É fraude.
E uma vida fraudulenta faz sofrer demais.
Eu simpatizo cada vez mais com aqueles que lutam para remover obstáculos mentais e emocionais, e a viver de forma mais íntegra, simples e sincera. Para mim são os verdadeiros normais, porque não conseguem colocar máscaras ou simular situações. Se parecem sofrer, é porque estão sofrendo. E se estão sorrindo, é porque a alma lhes é iluminada.
Por isso divulgo o alerta: a normose está doutrinando erradamente muitos homens e mulheres que poderiam, se quisessem, ser bem mais autênticos e felizes. "

Desejo do Meu Coração



Do que adianta ter
As riquezas deste mundo?
Ou ser honrado por todos, se eu não
Estiver perto de ti.
Estar contigo vale mais pra mim,
Que as dádivas de Tuas mãos
Só quero Tuas bençãos
Se eu tiver Tua presença
Dentro de mim

Te ouvir, te conhecer
É a maior riqueza
Que um homem pode ter, Senhor

Tu cumprirás o desejo do meu coração
Se eu te buscar
É impossível alguém estar perto de Ti
E tuas bençãos não ter

Não busco só Tuas mãos
Nem o que podes me dar aqui
Tua Glória quero tocar
Teu Rosto eu quero ver, Senhor!

sexta-feira, 18 de julho de 2008

A genuína Mulher Melancia


Se vc veio de algum jeito parar aqui por algum motivo que não me interesse , aproveite o momento para pensar em Cristo. Abandone a vida desvairada e entregue seu coraçao a Jesus e deixe ele mudar sua vida.

O "Cafofo" do Edir Macedo

O mix de estilos da casa que Edir Macedo, da Igreja
Universal, está construindo em Campos do Jordão

José Edward, de Campos do Jordão

Fotos Marcos Fernnades/Ag. Luz
Acima, uma das fachadas do refúgio do bispo: quatro andares, 35 cômodos e elevador panorâmico. Abaixo, o jardim inspirado no do Monte das Oliveiras, em Jerusalém

O bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus, está construindo um paraíso na terra. Trata-se de uma casa de 2.000 metros quadrados, localizada em Campos do Jordão, o refúgio de inverno dos paulistas ricos. A casa, que deve ficar pronta dentro de dois meses, é avaliada em 6 milhões de reais. VEJA visitou os 35 cômodos do imóvel, distribuídos em quatro andares. Ao todo, são dezoito suítes, todas equipadas com banheiras de hidromassagem. A maior delas, a do bispo, tem 100 metros quadrados, sauna e uma banheira suficiente para seis pessoas. Por meio de uma escada de seu quarto, Macedo terá acesso a um mirante do qual se descortina uma vista aprazível da cidade. De lá, ele também poderá apreciar uma réplica do jardim do Monte das Oliveiras, em Jerusalém, onde Jesus Cristo foi preso pelo Sinédrio judaico. A casa conta, ainda, com adega, sala de cinema, quadra de squash e elevador panorâmico.

Cesar Itiberê/Folha Imagem
Macedo: ele se prepara para comemorar os trinta anos da Universal


O projeto é um mix de estilos europeus devidamente tropicalizados. Os arquitetos mesclaram linhas normandas, típicas das construções de Campos do Jordão, com elementos neoclássicos e barrocos. O telhado pontiagudo eleva-se com molduras neoclássicas. As sacadas têm balaústres barrocos. Colunas gregas, de capitéis improváveis, ladeiam os portais da casa. Alguns tetos foram forrados com gesso, em que se destacam motivos florais. Outros foram enfeitados com detalhes de madeira. O piso das salas e das áreas de passagem dos andares superiores é de mármore botticino – 600 metros quadrados da pedra foram importados da Itália, a um custo estimado em 240.000 reais. No andar térreo e nas calçadas dos jardins optou-se por uma alternativa mais em conta: o granito brasileiro do tipo capão bonito. Como o terreno de 8.000 metros quadrados é muito acidentado, o acesso à rua se dá por duas passarelas suspensas. Juntos, esses pequenos viadutos têm 200 metros de extensão e atravessam o jardim do Monte das Oliveiras e se sobrepõem a um espelho-d'água. Um muro de 5 metros de altura resguarda a privacidade de Macedo. Ele foi recoberto com pedras-madeira de cor ocre, semelhantes às das ruínas de Jerusalém. O material foi transportado por vinte caminhões do Rio de Janeiro, onde é produzido, até Campos do Jordão.

O líder da Universal já era proprietário de um recanto em Campos do Jordão. Num terreno de 4.000 metros quadrados, contíguo ao da nova casa, há uma outra de quinze cômodos e seis suítes, adquirida por 600.000 dólares em 1996. Quando a construção terminar, a casa mais modesta será usada como ponto de apoio. Ela dispõe de academia de ginástica e de um heliponto, que, agora, está sendo ampliado. No momento, é mais usado por Ester, a mulher do bispo, que vai de helicóptero supervisionar a obra. Macedo aparece com menos freqüência. Por vezes, Ester tem a companhia do senador Marcelo Crivella, sobrinho e herdeiro do bispo. As visitas do casal Macedo são as únicas ocasiões em que os 180 operários das cinco empresas envolvidas na obra param de trabalhar. Só engenheiros e arquitetos podem continuar no local quando os proprietários estão lá. O bispo pressiona as empreiteiras a entregar a casa até o fim de julho, quando serão comemorados os trinta anos da Igreja Universal. Como o cronograma está atrasado, eles trabalham doze horas por dia de segunda a sábado. No aniversário da igreja, Macedo pretende abrir as portas do seu reino particular aos bispos mais próximos. Será uma celebração à riqueza material, que, de acordo com a teologia dessa corrente evangélica, é uma dádiva de Deus.

(extraído da Veja)

quarta-feira, 16 de julho de 2008

IstoÉ: Os fiéis do sexo

Cada vez mais segmentadas, igrejas evangélicas se voltam para a conversão e o acolhimento de atores pornôs e prostitutas.

(Fonte: IstoÉ Online)
- As religiões pregam que todo ser humano deve ser acolhido por uma igreja, independentemente do "pecado" que carregue. Mas para que o fiel se sinta à vontade para bater às portas de um templo, elas vão ficando cada vez mais segmentadas, formando tribos com perfis parecidos. Atualmente, estão em expansão as denominações evangélicas que se identificam com a questão sexual. Elas abrigam atores pornôs, prostitutas, homossexuais e travestis, entre outros. Nesses templos, a conversão é desejável, não obrigatória. Importante é se aproximar de Deus.


TENTAÇÃO: O pastor Ferreira, ex-ator de filmes pornôs

O conceito faz parte do discurso do pastor Giuliano Ferreira, 29 anos. Ele comanda desde 2005 a Assembléia de Deus Ministério de Madureira, em Ribeirão Bonito, interior de São Paulo.As pessoas que freqüentam o lugar se sentem confortadas pela história de salvação do religioso. Há quatro anos, ele ainda era conhecido como Juliano Ferraz, um dos mais atuantes atores pornôs brasileiros, com cerca de 300 filmes nacionais e internacionais.

Giuliano entrou para a indústria pornô em 1999. Com o ofício, conseguiu comprar três casas e ajudar a família. "Mas a angústia crescia junto com a prosperidade financeira", afirma. Largou tudo quando alguns colegas contraíram o vírus da Aids. "Era um sinal para eu parar." O pastor diz que não proíbe ninguém de participar de seus cultos por causa de escolhas pessoais. "Sei que minha história fortemente ligada ao sexo atrai, por exemplo, prostitutas. Elas se identificam com meu passado e acham que também podem mudar de vida. Mas não forço nada nem as recrimino", diz.

As igrejas que acolhem profissionais do sexo despontaram em Michigan, nos Estados Unidos, há cinco anos. Lá, um grupo de jovens pastores criou a XXX Church - as três letras "x" fazem um som parecido com a palavra sex. O alvo é a indústria de filmes pornôs. Empunhando a Bíblia, os pastores pornôs, como se auto-intitulam, invadem os sets de filmagem, na tentativa de tirar alguns atores da carreira. Mas, explicam, recebem da mesma forma aqueles que não desistem da profissão.


SALVAÇÃO: Atrizes da indústria pornô americana seguram camisetas nas quais se lê "Jesus ama astros pornôs". A idéia já chegou ao Brasil

Em feiras eróticas, pregam e vendem camisetas em que se lê "Jesus ama astros pornôs". O site xxxchurch.com recebeu no último mês um milhão de visitas. Em janeiro de 2009, a igreja inaugurará o templo oficial, em Las Vegas.

No Brasil, a igreja Projeto 242, em São Paulo, se inspirou no exemplo americano para criar o site Sexxx Church, que existe há nove meses. Ainda não há diálogo com a indústria pornô, conta Jota Mossad, responsável pela página. Houve contato com a produtora Brasileirinhas, mas ninguém retornou. O objetivo é converter? "A idéia é criar uma amizade, não apontar o dedo e dizer 'o que você faz é errado'. Mas mostrar que a pornografia alimenta a indústria da exploração sexual", afirma.

O nome 242 vem de uma passagem do Novo Testamento, no livro Ato dos Apóstolos, capítulo 2, versículo 42 ("E perseveravam na doutrina dos apóstolos e na comunhão, no partir do pão e nas orações"). "A mensagem desse trecho da Bíblia mostra que Jesus e os apóstolos creram num espírito comunitário. É a nossa filosofia", diz o pastor Sandro Baggio. Entre os planos da igreja está a venda de uma camiseta nos mesmos moldes da americana na Erótica Fair, feira programada para outubro, em São Paulo. Com o dinheiro arrecadado, será dado início à produção de um Novo Testamento. Na capa, a sugestiva mensagem "Jesus ama todos".

sexta-feira, 11 de julho de 2008

Blog "aniversariante"

Felicitações ao Blog Papo de Teólogo que completa um ano. Comemoramos todos a ótima referencia que o mesmo é.

Parabens!!

MANIFESTO PELA REJEIÇÃO À CSS

Em 1996, o Sistema Único de Saúde (SUS) estava em xeque, vivendo grandes tragédias: mortes por contaminação em hemodiálise; vacinas causando vítimas; idosos maltratados; bebês mortos em UTI's. Algo precisava ser feito e não havia recursos.

Diante desse quadro, a conhecida solidariedade e a generosidade do povo brasileiro assimilaram a CPMF, um novo custo direto — atendendo a um apelo dramático do então ministro da Saúde.

A CPMF era apenas provisória. Mas, o tempo passou e lá se vão 12 anos desde a sua criação. No ano seguinte ao seu surgimento, a carga tributária brasileira foi quase de 27% do PIB. No ano passado, o percentual chegou a 36% e, este ano, estima-se em 37%. Ou seja, uma década depois estamos pagando cerca de mais 10 pontos percentuais de impostos sobre o PIB.

Pior, parte dos recursos arrecadados com a CPMF foi “desviada” para outras finalidades e não houve melhora nas transparência e gestão dos recursos. A inexistência de critérios de avaliação impede que a performance ruim seja penalizada e a boa, premiada. Estudo recente do Banco Mundial ressalta que o maior desafio do sistema único de saúde no Brasil não é o montante de recursos gasto e sim a falta de eficiência!

Ainda hoje o cidadão brasileiro — além de arcar com uma das maiores cargas tributárias do planeta — , precisa pagar por segurança, saúde, escola e outros benefícios privados para sobreviver. A contribuição que era provisória, continuou sendo prorrogada sem “justo” motivo até que, no ano passado, após uma cruzada cívica nacional contra esse absurdo tributo baseada em consistente e não contestada argumentação técnica — , a sociedade brasileira foi ouvida pelo Senado Federal que, em histórica decisão, derrubou a CPMF.

Menos de seis meses depois, num nítido desrespeito à vontade popular e ao parlamento, estamos sob a ameaça de retorno da CPMF, agora sob a sigla CSS. Tal tentativa vem na contramão da conhecida aspiração de toda a sociedade brasileira, que é ser desonerada para diminuir o Custo Brasil, aumentar a competitividade, abaixar preços, gerar novos empregos.

Reduzir impostos é possível, como demonstraram estudos técnicos desenvolvidos por inúmeras entidades brasileiras, apresentados ao Governo, à Câmara dos Deputados e ao Senado — uma forma de contribuir para a conscientização da importância de, pelo menos, não se aumentar e/ou criar novos impostos até que aconteça a Reforma Tributária. Aliás, em curso no Congresso e, agora, atropelada pela CSS.

Vale alertar, mais uma vez, para o fato de que o Governo, até o momento, não contestou nenhum dos vários itens apresentados nesses responsáveis e aprofundados estudos que apontam não ser necessária a volta CPMF, diante do excesso de arrecadação tributária. Pelo contrário, tem procurado desviar o foco do debate confundindo a sociedade que, unida e confiante, espera dos senadores, mais uma vez, o coerente voto contra a recriação desse tributo.

Esse manifesto foi extraído na Íntegra do "Sou contra CSS" Associe-se e lute pelo seus direitos

sábado, 5 de julho de 2008

Exemplo de Vida - Andressa Duarte

História de uma jovem menina que aproveitou ao máximo seu pouco tempo de vida. Exemplo de vida para qualquer pessoa.