sexta-feira, 11 de janeiro de 2008

Papo de Telefone

Conversa despretensiosa
Depois de uma conversa despretensiosa com um amigo, estive refletindo sobre o reconhecimento pleno da Bíblia como palavra de Deus. Falamos sobre o crescimento de teologias contraditórias a Bíblia e todo esforço destas para persuadir seus ouvintes. Criam um sistema de interpretação no perfil de seus interesses.

Onde quero chegar?
Percebendo isso, propus em meu coração um post sobre a veracidade da Bíblia. Mas quem sou eu? Que relevância tem as minhas postagens?? Calma... Não é uma crise existencial. Na verdade é a auto-critica percebendo que apenas sou testemunha através dos atos. É ai que mora o "segredo". Quem melhor para testificar acerca da palavra do que alguém que segue a bíblia crendo que é livro sagrado. A Bíblia é verdadeira e não tem discussão, mas a prova eficaz da sua veracidade são os reflexos das ações de Deus na humanidade, principalmente por aqueles que vivem por intermédio da Bíblia.

Outro ponto em questão é encontrar na própria leitura Bíblica o critério para interpreta-la. Para isso relevando o que falamos acima, não devemos tratar a Palavra do Senhor como livro banal. A orientação que seguimos por ela só tem autoridade por se tratar do Livro que cremos como Sagrado. Ou seja, o primeiro critério é a fé. Ler a palavra de Deus com a precisa fidelidade de nunca tratá-lo como livro qualquer.

Após isso, estarei em breve pesquisando e consequentemente colocando textos de como fazer uma leitura adequada acerca da Bíblia a luz da própria Bíblia.

De qualquer maneira de forma simples e objetiva deixo versículos para meditação acerca da própria palavra de Deus

"Conhecerei a verdade e a verdade vos libertará João 8:32

"De que maneira poderá o jovem guardar puro o seu caminho? Observando-o segundo a tua palavra." Sl 119:9

"Escondi a tua palavra no meu coração, para não pecar contra ti" Sl 119:11

“Porque este é o amor de Deus: que guardemos os seus mandamentos; ora, os seus mandamentos não são penosos” 1 João 5:3


Nenhum comentário: