sábado, 7 de junho de 2008

Acerca da Igreja nos últimos dias

Neste dias atuais, tenho percebido por razões diferentes que os cristãos estão se tornando insensíveis moralmente. Esse "fenomeno" é motivado por experiências ruins, falsos crentes, pastores que abusam de autoridade, e por ai vai... E, por se multiplicar a iniqüidade, o amor de muitos se esfriará. Mt.24:12

O problema esta na associação da imagem do Ser Cristão, do que é Igreja e uma série de fundamentos da fé que não estão bem definidos na mente de cada um deles. No tocante a Igreja, posso dizer que a sensação que eu tenho é que na atualidade, cada "novo cristão" indiretamente aprende que a Igreja é apenas uma organização religiosa mundial. Compreendem esse espaço como uma instituição com costumes morais corruptíveis. Essas definições são o que geram algumas confusões. "Por causa da tradução e dos conceitos dominantes a grande maioria das pessoas em nossos dias têm a tendência de pensar que a palavra igreja se refere um prédio na rua tal ou a uma instituição decadente e à beira da morte." (extraído do Jesus Site)

Vejo que o crescimento de alguns blogs se ampara nisso; Propostas ao tom de desabafo dos irmãos que desacreditam nas Igrejas locais. Não diferente deste momento, mas visualizando por ângulo onde minha leitura não é feita na minha frustração, proponho a visão de Cristo a respeito da Igreja. Como Cristo enxerga a Igreja?

Quero reforçar os fundamentos que aprendi na Bíblia dizendo que a igreja é constituída por todos aqueles que crêem em Jesus e sua obra. E neste critério, a igreja permanece viva.... Entender o conceito bíblico de igreja como um corpo de pessoas chamadas para fora do pecado, para serem santos, ajuda-nos a apreciar a riqueza da descrição de Paulo, da "Igreja de Deus, a qual ele comprou com o seu próprio sangue" (Atos 20:28). Jesus não morreu para comprar terra e edifícios, nem para estabelecer alguma instituição. Ele morreu para comprar as almas dos homens e mulheres que estavam mortos no pecado mas que agora têm salvação e esperança de vida eterna (Romanos 5:8; 1 Coríntios 6:19-20). - (extraído do estudo da bíblia)

Impressões Finais

A impressão que tenho é que quando exponho sobre o conceito de Igreja, estou ensinando pessoas que não aceitariam esse conselho por já terem ciência do que falo. A diferença é que as mesmas não praticam.

De qualquer forma, no Novo Testamento a idealização de Igreja é completamente distinto de templos físicos, pelo contrário, não é um edifício material, mas o santuário e a habitação do Senhor (Efésios 2:21-22). É um edifício espiritual (1 Pedro 2:5). Nós somos a Igreja. E quando Jesus falou que as portas do Inferno não prevalecerão, ele se referia de um contexto universal completamente endereçado as pessoas que representam a Igreja e que tem ciência de sua missão. Sendo assim não é uma organização, mas um organismo vivo. Jesus e o Pai não habitam numa organização, mas no povo que os obedece (João 14:15, 23)

Portanto, Ser uma igreja é apresentar-se pronta para culto em qualquer lugar, em qualquer situação. Ser igreja é ser um instrumento da missão que Deus confiou a ela, a missão de propagar o evangelho de Jesus. Ser igreja é não ser identificada por placa, mas por estilo de vida que gira em torno de Jesus. Ser Igreja é ser um organismo vivo com Padrões Morais que não são baseados em valores corruptíveis.

Nenhum comentário: