sexta-feira, 16 de novembro de 2007

Tomar Partido

Estive pesquisando e ouvindo sobre a entrevista onde Caio Fábio denuncia sobre os Evangélicos que tem espaço na Mídia e a usam para seus próprios benefícios enganando e persuadindo pessoas ao um falso evangelho, apenas para obter vantagens e se tornarem artistas do meio e não pregadores genuínos da palavra. Cheguei a conclusão que as pessoas tem medo talvez por se tratar de assuntos delicados onde envolvem barreiras emocionais. Tomar partido quando surgem assuntos deste tipo, penso eu, que é uma forma de defender a verdade e a simplicidade que a mesma propõe para os seus apenas por Graça.

Uma ocasião

Uma vez, no meio de uma crise provocada pelo Pastor da igreja que eu congregava. Ao conversar com um amigo sobre a crise, ficou muito claro o medo que ele tinha de tomar partido sobre o problema que ocorria na igreja. Não sei se o seu medo era de ser taxado como um rebelde, mas ficou óbvio o seu desinteresse em assumir o problema e lutar para resolve-lo. Por fim, pouco depois ele sofreu com as ações do referido pastor e saiu junto com uma leva de irmãos e montaram uma igreja. Esta é apenas parte de uma história onde pessoas que não defendem a verdade por comodidade, assumem uma falsa posição ética de não tomarem partido. Pois digo, quando o assunto em questão é defender a verdade da palavra de Deus, posicionar-se diante da situação sem omitir é característica marcante do verdadeiro crente.

Quanto a essa situação, reservo-me o direito de opinar a favor da Igreja do Senhor, dizendo a estas pessoas que brigam entre si, somados aos atos e fatos que mesmas apresentam, que esta confusão só comprova a realidade espantosa que encontra a Igreja do Senhor, que é tão distante do ideal cristão. No meu ponto de vista pessoal, essa podridão testemunha mais contra do que a favor do Evangelho. Roupa suja lavada via midia, expondo situações com rancor e raiva tão distante da repreensão em amor.

Não há conclusões de minha parte, apenas orações para que Deus nos direcione.

Que Deus tenha misericórdia de nós.

Nenhum comentário: